Tratamentos

Rinoplastia

Existe um equilíbrio estético entre o nariz e a face, este equilíbrio deve ser preservado quando se procede à rinoplastia.

Esta cirurgia permite não só uma melhoria estética mas também quando é necessário uma correcção da dificuldade respiratória, por exemplo quando existem desvios do septo nasal congénitos ou traumáticos e que estão muitas vezes relacionados com sinusite, congestionamento nasal ou com o ressonar.

A rinoplastia é realizada sob sedação ou anestesia geral. Não deixa cicatrizes visíveis pois são colocadas dentro do nariz ou em sulcos, tornando-se imperceptíveis ao fim de uma semana. Por vezes é necessária uma abordagem externa, rinoplastia aberta, em que a cicatriz é posicionada na columela (parte inferior do nariz), nestes casos a cicatriz também fica imperceptível ao fim de poucas semanas.

Após terminar a cirurgia, o nariz é mantido imobilizado com uma tala; esta tala permanece 7 a 10 dias. Ao fim deste tempo, é retirada e é feita a moldagem do nariz com adesivo que deve manter mais uma semana.

O pós-operatório envolve edema da face e hematoma que serão mais acentuados se forem necessárias osteotomias (procedimento em que se fractura o osso para estreitá-lo ou alinhá-lo). Não é doloroso, mas sim desconfortável. Em certos casos, é necessário deixar tamponamento nasal que é retirado ao fim de cerca de 2 dias.

Após retirar a tala, o edema persiste e vai diminuindo lentamente, a retracção da pele também se faz lentamente, principalmente em peles mais grossas .Qualquer resultado definitivo de uma rinoplastia só se atinge por volta do 6º mês.


voltar